segunda-feira, abril 10, 2006

AND THE OSCAR GOES TO...



Incrível mesmo é arrumar tempo para vir aqui ao GG. Nunca pensei que o negócio pudesse ser dessa forma. Mas a entrevista de Suzane Richtofen que vi hoje no Bom Dia Brasil (passou mesmo ontem no Fantástico, mas é que àquela hora eu estava vocês bem sabem onde) é merecedora de dez minutinhos de folga para um breve texto. Sinceramente eu nunca vi uma pessoa fingir tão mal quanto a garota que tramou a morte dos pais. É patética a tentativa de Suzane de soar arrependida e coitadinha. A farsa é claramente perceptível para qualquer pessoa de bom senso e ganhou uma prova documental quando a equipe da Globo flagrou um papo da moçoila com seu advogado (mostrado na foto acima) antes do início da entrevista. Na cena, Suzane é orientada a chorar e se fazer de vítima, no que diz "chorar eu acho que não vou conseguir". Depois é que o advogado sapeca o período descrito acima, no que Suzane dá um pulo , começa a gritar de felicidade e corre para abraçar uma amiga. Se alguém ainda tinha dúvidas que a garota iria ganhar uma pena bem gordinha, acho que agora não tem mais...

Nenhum comentário: