segunda-feira, dezembro 26, 2005

"AÊ, CHEFIA...IHC! DESCE MAIS UMA...IHC!"


Ontem a Band marcou um golaço. A emissora dos Saad sapecou, sem dó nem piedade, um especial de quase duas horas com o showzaço que o Pearl Jam fez em São Paulo, me fazendo lembrar dos velhos tempos em que a Globo transmitia ao vivo os megafestivais como Rock in Rio e Hollywood Rock. Vocês sabem o motivo do espanto: numa tarde de domingo de Natal (reparem, "domingo" e "Natal") assistir à TV aberta é tão empolgante quanto acompanhar uma partida de Botcha do Clube da Terceira Idade. E eis que os reles mortais - que como eu não dispõem das benesses da tv paga - são brindados com um super show de rock, e quase na íntegra.
E pense na competência dos caras. Eddie Vedder tava mamadaço, mas nada daqueles porres-deprê que comprometem uma performance. O sujeito tava num astral de dar inveja, e munido de uma garrafa de vinho, deu o tradicional show de gogó em clássicos como Even Flow, Alive, Black, Jeremy, Given to Fly, I Am Mine, Daughter, e até mesmo quando arriscou-se com violão e gaita para, sozinho, levar You´ve Got to Hide Your Love Away. Sem contar os covers de I Believe In Miracles, Kick Out the Jams (quando tiveram a companhia de Mark Arm e Steve Turner, do Mudhoney), e do final catártico com (Keep on) Rocking in the Free World. O clima de farra era tamanho que o bebum boa-praça Vedder chegou até a dizer em pleno microfone que nem ele nem o batera Matt Cameron tinham dormido na noite anterior. Gréia com G maiúsculo, como um bom show de rock deve ser.
Falando nas antigas transmissões da Globo, impossível não lembrar de momentos toscos como Pedro Bial comentando sobre a "bundinha do Axl Rose" durante a apresentação do Guns N´Roses no Rock In Rio II (não é mentira, eu tenho isso gravado e mostro para quem duvidar), e de Maria Paula falando tanta merda ao ponto de "comer" a introdução de Smells Like Teen Spirit durante o show do Nirvana no Hollywood Rock. Perdoai-os, Senhor, pois eles não sabem o que fazem.
 Posted by Picasa