sexta-feira, julho 30, 2004


OS MESTRES DO UNIVERSO (PARTE 1) - MUSSUM. Eu só ia começar essa série na segunda-feira, mas ouvi no rádio que ontem, dia 29 de julho, há dez anos, morria um dos MESTRES DO UNIVERSO: Mussum. Meu Trapalhão preferido - e acho que o de muita gente - , Antônio Carlos Bernardes Gomes era tudo aquilo que a TV brasileira não queria. Preto, pobre e pinguço, era uma espécie de Macunaíma moderno, e para a primeira geração que foi criada em frente à telinha no Brasil. Mussa era, sem dúvida, o mais sossegado e boa-praça dos Trapalhões, pois Renato Aragão era ego puro, Dedé Santana fanfarronice pura, e Zacarias, bichice pura. Sambista de raiz, ex-integrante dos Originais do Samba, Mussa gravou discos-solo que são verdadeiras pérolas do cancioneiro nacional. Tem aquela música fantástica, que eu não sei o nome (Zé, tu que tens o disco, ajuda aí), mas cuja letra é assim: "No Carnaval do ano que vem/Do jeito que a coisa vai, meu bem/Vai sair todo mundo nu/Sambando e remexendo o corpis, eu disse o corpis!". Pena que a página final do enredo da vida de Antônio Carlos teve incríveis semelhanças com o de seu personagem. Mumu da Mangueira, como ele gostava de ser chamado, morreu por conta de compliações num transplante de coração: abandonado pelos "amigos" (inclusive o milionário Renato Aragão), sem dinheiro e sem reconhecimento. Mas que se danem os detratores. Mussum é, sem dúvida, um dos MESTRES DO UNIVERSO!
Guitar Grinder News Network

O SUCESSO


Quando eu digo que a galera se encontra e sai merda de tuia, é porque é mesmo. Ontem, durante o show de Phil Guy, eu e Léo D viajamos numa idéia de montar uma banda só para tocar as músicas das propagandas dos cigarros Hollywood. Já pensaram? "Miles away", "It´s a burning heart", "Eye of the tiger", "Forever", entre outras, foram lembradas. Alguém aí lembra de mais alguma?
Guitar Grinder News Network

CHINFRA POUCA É BOBAGEM

Phil Guy subiu ao palco tarde pra dedéu, e eu fiquei me perguntando se aquela tuia de gente que apinhou o Downtown estaria toda de folga hoje. Eu não estou, e portanto a ressaca (de cachaça e de noite maldormida) bateu forte. Mas valeu a pena. O cara é a chinfra em forma de gente: bata brilhosa, no melhor estilo "rei do Zimbabwe", cabelo engomado (achei que era peruca) e sapatos bicolores. Toca com a Telecaster pendurada pelo ombro direito, assim como Albert Collins. E como toca o véio safado.

Ver Phil Guy ao vivo me fez pensar em como é importante saber como e quando "não" tocar. Isso porque a gente tem a impressão, por força do hábito, a achar que os caras que tocam muitas notas e coisas mais intrincadas são os fodedores. Tá, podem ser e podem não ser. Stevie Ray Vaughan tocava milhões de notas e era fantástico. Já Paul Gilbert é um merda. Bom, mas voltemos a Phil Guy. O que mais me surpreendeu foi ver como ele acerta as notas corretas, sempre. Não há qualquer tipo de excessos no som do cara, acho que ele canalizou todo para o visual chinfroso. A versão suingada de "Money (that´s what I want)" foi cachorrada...

Outra grata supresa foi o guitarrista gaúcho Solon Fishburne, que veio acompanhando Guy (o resto da banda também era de gaúchos, e com um baterista argentino metido a cowboy). O maluco toca MUUUUITO, e deu uma palhinha como guitarrista-solo e vocalista antes do Véio Doido subir. Taí um nome que vai para a minha caderneta.

No mais, é sempre divertido sair e encontrar uma galera legal na night, coisa que nos últimos dois anos eu não tenho feito. Muito bom voltar à raiga e conversar merda com Gomão, Nicola, Léo D, Lula Pinto, entre outros.









quinta-feira, julho 29, 2004

ESSA É PARA CONFERIR

Phil Guy, irmão menos famoso de Buddy, toca hoje no Downtown. Nunca ouvi nada do cara, mas a biografia é de respeito. Tocou com Willie Dixon, Junior Wells e Slim Harpo, além da banda do irmão. O velhinho (65 anos) é uma figuraça e tem uma tal de Tele 1954 que vale a pena o ingresso...
Se eu vou? Vou sim, já arrastei a patroa e tudo mais. Que se danem as 7h da manhã da sexta-feira: vou chegar um pouquinho atrasado amanhã. Bluexxxxxx!!!!!!

QUE MARAVILHA É A TECNOLOGIA!

O que a Hewlett-Packard e a Fender têm em comum? Vão nesse endereço: www.hp.com/plus_fender e confiram. É massa. Vocês vão poder compor músicas e tocar numa Strato ou numa Tele, ajustando os controles de volume da guitarra e a distorção do amp. Pena que os caras só dão quatro acordes, mas dá pra se divertir legal, afinal de contas não precisa mais do que isso pra fazer uma música mesmo...

OUTRO CONTO

Se chama "Paula", e também é antigão.


PAULA

Paula nunca olhou para mim. Minto: aconteceu uma vez. A professora de Ciências tinha usado uma prova minha como exemplo...do que não se fazer. Nota 1,5 e classe inteira se virou para olhar o autor da façanha. Creio que ela também tenha olhado. Fora isso ela mal sabia da minha existência sobre a face da Terra, quanto mais naquela turma da 4ª série.
Paula não era a garota mais bonita do colégio mas entrava com folga no Top Five, as cinco melhores. A maioria dos garotos achava a Caroline da 5ª B, e que era sobrinha do prefeito, a mais deslumbrante de todas. Eu sempre a achei muito metida e mandona. Vivia reclamando com as outras meninas que estavam no seu time no jogo de Queimado. Só que ela, a Caroline, não jogava nada e sempre era atingida pela bola.
Para mim a número um era Paula. Quando ela sorria e mostrava a janelinha deixada pela queda dos dentes da frente, meu coração disparava. As Melissinhas azuis e a lancheira da Barbie me tiravam de órbita. Que mulher! Só que ela não sabia que eu existia. Se nos encontrássemos no cinema, numa matinê do novo filme dos Trapalhões, ela nem diria “oi”. Claro, ela sequer me conhecia. E olhe que eu sentava a duas filas dela na sala de aula.
Nessa época eu tinha um amigão, o Elias. Fazíamos trabalhos em dupla e éramos colegas de ataque no time de futebol da 4ªC. Uma amizade e tanto. Para mim só importavam duas pessoas naquele colégio inteiro: meu amigão Elias e minha musa Paula. Esta última, diga-se de passagem, nem me conhecia.
Um dia eu e Elias estávamos brincando com os G.I. Joes novinhos que o pai dele tinha trazido do Paraguai. O meu era o Lança-chamas e o dele era o Capitão. Aquele Elias, sempre mandão...
Estávamos na maior zona com os bonequinhos em pleno recreio, até que ele me chamou num canto e deu o golpe mortal.
- Você não sabe de quem eu estou gostando!
- De quem? - perguntei, já sentindo as pernas amolecerem e o sangue sumir do cérebro.
- Paula. Não é legal?
Já estava num pré-coma induzido. Não conseguia raciocinar. Queria pedir socorro, ligar para minha mãe, algo assim. Mas tive que concordar.
- Legal, cara. Paula é uma gatinha...mas me conta direito essa história.
- Não sei. De repente eu vi que estava gostando dela. Aí fui falar para Mariana, e você sabe que elas são unha e carne. Pedi para Mariana falar para ela e marcar um encontro. Vou pedí-la em namoro! - disse, balançando o bonequinho do Capitão G.I. Joe.
Gelei de cima abaixo. Na verdade eu era um iceberg vivo naquele instante. Meu melhor amigo ia pedir minha paixão em namoro. Era demais para o frágil coração de um homem de nove anos. Mas tive que manter a compostura.
- Onde vai ser esse encontro? - perguntei, engolindo o seco.
- Ali atrás do campo de areia. Tem aquele sapotizeiro enorme que é bem legal. Torça por mim, viu?
- Claro que vou torcer por você.
Voltei para casa naquele dia e não almocei. Passou Indiana Jones na Sessão da Tarde e eu não quis ver. Logo depois um episódio inédito de Duro na Queda e eu nada de sair da cama. Os moleques do prédio me chamaram para jogar bola. Mandei minha irmã menor dizer que eu tinha morrido. De verdade.
À noite sonhei com Paula e Elias de mãos dadas no recreio. Eles passavam por mim e o Elias dizia: “olha amor, esse aqui é o Felipe, meu melhor amigo”. E ela: “oi Felipe...até que enfim eu te conheço. Elias fala muito de você”. Foi o pior pesadelo da minha vida, muito pior que o que tive com o Freddy Krueger vestido com a camisa do Santa Cruz e dizendo que ia ganhar o jogo contra meu time no domingo.
Mas eu tinha que encarar a situação. Cheguei ao colégio e logo que me viu, Elias veio eufórico contar as novidades.
- Boas notícias...o encontro vai ser hoje na hora do recreio!
- Que massa...
- Estou nervoso pra burro. E aí, tô bonito? - disse ajeitando o cabelo
- Tá ótimo...
As três aulas que precediam o recreio foram as mais torturantes de toda minha vida escolar. Os professores falavam mas eu nem estava lá. Queria mesmo era estar no sapotizeiro do campo de areia, ouvindo um possível fora que Paula fosse dar em Elias.
“- Paula, eu tô gostando de você. Quer namorar comigo?”
“- Olha Elias, eu não queria te magoar, mas acho que tô gostando de um menino lá da classe...”
“- Quem é esse?”
“- Aquele magrinho...o Felipe”
“- O quê? Mas ele é meu melhor amigo!”
“- Por isso mesmo eu pedi para Mariana marcar esse encontro com você. Diz pra ele que eu tô gostando dele, por favor. Eu tenho vergonha...”
Acordei com a sirene avisando que o recreio havia começado. Meu coração bateu mais forte ante a perspectiva de perder de uma vez por todas a minha paixão. A garota cujo nome eu tinha escrito com caneta hidrocor no meu patinente. Fomos jogar bola no campo de areia e Elias, por motivos óbvios, não pôde formar comigo a mortal dupla de ataque da 4ªC. Joguei na frente com o Jorginho naquele dia.
Só que tudo foi um desastre. Atrás da meta adversária eu via Elias e Paula encostados no sapotizeiro e conversando. Perdi gols incríveis pois na hora de concluir eu os via chegarem mais perto um do outro e mandava a bola pra longe. Não conseguia jogar. Perdemos de 7 a 3 e, ao final do jogo, Elias e Paula se levantaram de mãos dadas. Entendi a mensagem: estavam namorando. Os moleques já estavam subindo para o reinício das aulas e eu estava lá, no meio do campo, parado. Os dois vieram até mim.
- Ei cara, vem conhecer minha namorada!
- Ué, ele não é aquele menino.... - perguntou Paula, olhando para mim.
- Sim, ele é lá da nossa turma....
- Ah, aquele que tirou 1,5 em Ciências!
Sim, era eu mesmo. Eu sabia que ela tinha olhado para mim naquele dia.

ORKUT E AS COISAS

Terminei minha conta no Orkut. Na verdade não me amarrei muito naquela parada. Se você meter o pé dentro mesmo vai se foder, ficar viciado, sem tempo pra nada (esse pelo menos é meu perfil quando eu me dedico a algo, coisa que eu estou fazendo atualmente com o esporte que pratico). E ficar sem tempo, com mais uma "obrigação" virtual, não tá nos meus planos agora. Preferi encerrar a conta - e não deixá-la de molho - porque é mais honesto. Vai que neguinho me solicita para sua lista de amigos e eu, sem saber, não respondo? "Caralho, esse maluco é esnobe mesmo! Então vá tomar no cu, Felipe!". Mas foi divertido ver as fotinhas da galera, as ondas engraçadas. Quem sabe no futuro, com mais disposição, eu não volto? Aos amigos que me cataram por lá e pelas doces palavras de todos nos testimoniais, muito obrigado. Vocês são figuras muito queridas. Fora do Orkut, eu vivo no lugar de sempre. É fácil me achar, podem crer.

quarta-feira, julho 28, 2004

AND THE WINNER IS....


Você leu, você riu, você ficou puto(a) e, enfim, você elegeu Belo O MAIOR IDIOTA DE TODOS OS TEMPOS. Na foto acima, o mané, logo após saber do título, recebe um caloroso abraço siliconado da patroa, um lindo momento registrado pelas lentes atentas do GG. "Cara, essa foi demais pra mim! Passei por muito sofrimento e finalmente estou aí, dando a volta por cima. Esse título vai ser muito importante na minha carreira! Obrigado rapaziada do Guitar Grinder e todos que votaram em mim! Em breve vou estar aí para fazer um showzinho esperto para vocês. Abraços. Belo". Mesmo com o processo eleitoral de comprovada transparência, houve reclamações por parte dos vencidos. Coisas da democracia. "Não acredito que o título foi para um favelado desses. Eu, um legítimo conde da sociedade, fiquei em segundo? É demais pra mim. Estou saindo em cruzeiro pelas ilhas gregas para me refazer do baque", exclamou Chiquinho Scarpa. Já Dinho Ouro Preto, que ficou em segundo empatado com Scarpa, foi mais exaltado. "Contra todos e contra ninguém!! O tempo quase sempre nunca tanto diz!!!! Se você não me entende, não vê! Se não me vê, não entende!!!!", esbravejou. Rafael foi lembrado com um voto, e engoliu uma Ray-O-Vac para comemorar. A dupla Serguei/Silvinho também foi agraciada, assim como o ex-presidente Cheirando Collor que, revoltado com o único voto recebido, afirmou ser complô das esquerdas para tirá-lo do poder. Mas tudo bem, na festa da democracia também há espaço para chiadeira. O importante é que a eleição transcorreu sem problemas, e foi coroada com o vencedor, aquele que, atendendo ao chamado das urnas, passa agora a envergar o título de MAIOR IDIOTA DE TODOS OS TEMPOS. Palmas para Belo!!!!!!!

Guitar Grinder News Network

INCRÍVEL!

A votação do MAIOR IDIOTA DE TODOS OS TEMPOS está sensacional. Até agora, cinco candidatos diferentes receberam votos! E não tentem enganar a Justiça Eleitoral: eu já computei quem votou (e até porque os votos são abertíssimos aí no post). É isso, cambada! Tem o dia de hoje todo pela frente. Como diria Antonella, "bamo botar!".

terça-feira, julho 27, 2004

HORA DO SUFRÁGIO!!!!!!!!!!!!!

É isso aí, rapaziada! Chegou a hora de votar no MAIOR IDIOTA DE TODOS OS TEMPOS. A lista segue abaixo, e vocês votam aqui no comment desse post mesmo. O vencedor terá direito a um novo post, com novas histórias e fotos. Exerça seu direito de cidadão e eleja o MAIOR IDIOTA DE TODOS OS TEMPOS!

1 - DINHO OURO PRETO
2 - SEBASTIAN BACH
3 - MILLI VANILLI
4 - SERGUEI/SILVINHO
5 - RAFAEL ILHA
6 - XUXA
7 - CHIQUINHO SCARPA
8 - BELO
9 - FERNANDO COLLOR
10 - MILTON NEVES

Assim que tivermos concluído a apuração, daremos início à nova série: OS MESTRES DO UNIVERSO!

OS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS (PARTE 10) - MILTON NEVES. Tem gente que gosta, que acha divertido, coisa e tal. Eu não. A mim ele não engana. Milton Neves pode ter uma memória assombrosa (lembra os nomes completos de jogadores que atuaram na Catanduvense em 1956), mas não me passa credibilidade. Para piorar, é desafeto declarado de dois dos meus jornalistas esportivos preferidos, os JK: Juca Kfouri e Jorge Kajuru. Contra o segundo move um porrilhão de processos, e contra o primeiro me parece que é só birra mesmo. Matéria recente da Carta Capital, intitulada "Barraco no Jornalismo Esportivo", mostrou que a rapaziada se divide em dois grupos: os que são extremamente zelosos com relação à ética e ao envolvimento com os clubes (Kfouri, Kajuru, José Trajano), e os que mantém um relacionamento estritamente comercial com as agremiações (Neves, Roberto Avallone, entre outros), anunciando toda uma sorte de produtos durante os programas. Se isso é legal ou não é, não entra no mérito, mas que ele é UM DOS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS, não tenha dúvida.
Guitar Grinder News Network

OS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS (PARTE 9) - FERNANDO COLLOR DE MELO. Você se lembra dele, embora desejasse deletar da memória qualquer resquício da marra mostrada na foto acima. Fernando Collor de Melo foi, em 1989, o primeiro presidente eleito pelo voto direto da população desde o início da ditadura militar. Derrotou o então ranzinza e igualmente marrento Lula numa campanha marcada pela baixaria, e pela adesão incondicional das Organizações Globo à causa collorida. Jovem, bonitão, esportista, Collor representava tudo que a população queria ser, ao contrário do feioso, cotó e barrigudo Lula. Mas a fina estampa escondia um completo idiota. Nascido numa abastada família alagoana (apesar de ser carioca), Fernandinho iniciou a vida política ainda moleque, como presidente do CSA, isso entre rachas com carrões envenenados, confusões e baladas. Para dar um freio no ímpeto do mancebo, a família decidiu jogá-lo de vez na política. Foi prefeito de Maceió e governador de Alagoas, e durante este último cargo, notabilizou-se como "Caçador de Marajás" (a maior piada do século). Pinçado pelos setores mais conservadores do País para evitar a "ameaça vermelha" - só isso explica o fato de o governador de um dos mais inexpressivos estados brasileiros ser alçado à condição de star - Fernandinho foi eleito presidente da República aos 40 anos. Entre as idiotices estão o confisco da poupança, a extinção a Embrafilme, e episódios bizarros como o dos supositório de cocaína supostamente ingeridos pelo comandante da Nação. Collor também representou a época mais brega do Brasil: tinha a primeira-dama mais brega, promoveu a ascensão dos sertanejos, entre outros. E a roubalheira era tão escancarada na Casa da Dinda que logo tomou proporções de monstro incontrolável. Eis que PC Farias e toda a gangue collorida foram para o ralo da História. Com a mesma pompa com que foi eleito, Fernando Collor foi humilhantemente enxotado do poder. Inelegível pelos oito anos subsquentes, tentou concorrer à prefeitura de São Paulo em 2000, e ao governo de Alagoas em 2002. Como uma espécie de Highlander da Bandidagem, ele ainda tenta voltar. Por essas e outras, Fernando Collor de Mello é UM DOS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS!
Guitar Grinder News Network

segunda-feira, julho 26, 2004


OS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS (PARTE 8) - BELO. Taí um dos maiores, sem dúvida. Na pia batismal, o infeliz recebeu a graça de Marcelo Pires Vieira. Apareceu para o Brasil como cantor do Soweto, uma das mais abomináveis das já abomináveis bandas do neo-pagode. Depois engatou carreira solo como cantor e marido-de-modelo-que-posa-nua-a-cada-dois-meses. E tudo ia às mil maravilhas, até que a Polícia do Rio interceptou ligações telefônicas do mané com traficantes da favela do Jacarezinho. Nela, Belo pedia um “tênis número 15” (código para Fuzil AR-15) a um dos chefões, cujo nome eu não me lembro, e que acabou estranhamente morto quando ia dar depoimentos sobre o caso à Polícia. Aí começou a desgraceira. Belo foi preso, depois solto. Foi alvo de novo mandado de prisão, e dessa vez pinotou pra não ir novamente para o xilindró. A Justiça do Rio determinou que ele só pode fazer shows dentro do Estado (Aleluia! Problema dos cariocas!), e atualmente o Zé Mané vive nesse perrengue. Mas tem grilo não. A patroa sustenta a casa, posando nua, claro. Pelo histórico musical, pelos vacilos e pelos chifres que deve levar, Belo é UM DOS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS!

Guitar Grinder News Network

Eita fotão, hein? Bom demais ver esses putos queitinhos, só olhando a festa brasileira lá no fundo. Catei essa no Olé (www.ole.com.ar), o jornal que vive tirando onda com o Brasil. Os caras são tão marrentos que, mesmo levando a lapada de ontem, ainda tiveram a pecha de se vangloriar, dizendo algo como "mas nós vamos às Olimpíadas e eles não, porque os deixamos de fora". Bom demais ver esse desespero dos hermanos. E aqui vai um toque para a Imprensa brasileira: por favor, da próxima vez que ganharmos dos portenhos, não façam mais chamadas e manchetes com o surradíssimo trocadilho "Não chore por mim, Argentina!". Falta de criatividade tem limite.
Guitar Grinder News Network

sexta-feira, julho 23, 2004

FALTAM TRÊS

Decidi fechar a lista dos MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS no número 10, apesar de haver zilhões de outros. Depois, vamos votar naquele(a) que é o(a) maior de todos(as). Ainda aceito sugestões de idiotas. E assim que essa série tiver acabado, o GG vai dar início a uma outra, ainda mais foderosa: OS MESTRES DO UNIVERSO!

OS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS (PARTE 7) - CHIQUINHO SCARPA. Ele é rico. É "bon vivant". Circula com mulheres fabulosas. Em outras palavras, faz o que dez entre dez homens gostariam de fazer dioturnamente. E porque Chiquinho Scarpa é um dos maiores idiotas de todos os tempos? Em primeiro lugar, tem a legítima cara de idiota (se você acha que não, olhe mais uma vez para a foto acima...). Em segundo, se arvora de ter pego um porrilhão de mulheres, mas ninguém nunca viu nem o rastro delas. Ontem mesmo eu vi uma velha entrevista que o mestre Ibrahim Sued fez com Scarpa para o Fantástico (no ótimo DVD "As melhores reportagens do Fantástico"), e o camarada disse, na cara limpa, ter passado o rodo em Ursula Andrews, Vanessa Redgrave, entre outras. Isso em 1976, quando foi gravada a entrevista. Ora, quem pega de verdade não sai por aí trombeteando. Isso me parece coisa de, de...bom, deixa pra lá. Nascido Francisco Scarpa Filho, ele é formado em Direito pela Universidade de Osasco (Ibrahim Sued perguntou, na moral: "mas você estudou mesmo ou comprou o diploma?". Sensacional), e é presidente das Organizações Scarpa, que congrega metalúrgicas, usinas de açúcar, entre outras empresas. Mas a atividade principal do mané é, e sempre foi, ir a festas. Pra se ter uma idéia do nível de idiotice do cara, o mestre Sued perguntou, de forma sarcástica, como ele fazia para dirigir as empresas e, ao mesmo tempo, viver na noite. Resposta: "Fiz um curso de gerenciamento em Nova York, onde aprendi a dormir apenas três horas por dia". Mas talvez o parará mais notável protagonizado por Chiquinho Scarpa foi o casamento com a "princesa" Carola, em 1998. Depois de uma união-relâmpago de nove meses, Carola botou a boca no trombone, dizendo ter flagrado o playboy viril na cama com outro cara. A otária perdeu a boquinha e ainda ficou devendo R$ 5 mil aos advogados, que perderam o processo que ela moveu, pedindo bens de Scarpa. Atualmente, Chiquinho faz o que fez a vida inteira: ir a festas e circular (dizem que é só circular mesmo) com mulheres fantásticas. Mas isso não tira dele o título de UM DOS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS!
Guitar Grinder News Network

quinta-feira, julho 22, 2004

"GALVÃO, EU NÃO VOU FALAR MAIS NADA"


Que Galvão Bueno tem o dom de irritar o telespectador, isso ninguém discute. E é certo que essa história virou um folclore, e aí muita gente acha engraçado, diz que é o "jeito" dele e tal. Mas às vezes extrapola. Ontem o tal do Júlio César (ô goleirinho fraaaaaco!) levou um frangaço no gol do Uruguai e o cara: "foi o montinho artilheiro que desviou a bola e matou o Júlio César". Depois vêm as cobranças de pênaltis e o mané me pega umazinha (não fez mais que a obrigação). Pronto, virou herói. Galvão só faltou descer ao campo pra dar um abraço nele. Será que eu estou maluco e Júlio César é um goleiraço ou ele é a merda que é e só está na Seleção porque joga no Flamengo e é casado com a Susana Werner?
Guitar Grinder News Network

quarta-feira, julho 21, 2004


E tem gente que acha que Cazuza e Renato Russo tiveram carreiras curtas e impactantes... O sujeito aí em cima morreu de overdose de heroína, aos 26 anos, e pode-se dizer sem qualquer hesitação que ele deu uma guinada no rock, criando uma vertente que até hoje vai muito bem, obrigado. O que você diria de uma pessoa que inspirou uma das mais belas canções de todos os tempos? Pois esse carinha aí da foto foi o motivador de "Wild Horses", sim, daqueles dois aí de baixo. Gram Parsons é o cara. E esse post foi motivado pela audição de "You ain´t going nowhere".
Guitar Grinder News Network

BELLA MERDA

O Belle & Sebastian poderia ser uma banda legal, mas é uma merda. E por que? Simples, porque é "fofa" demais e "gay" demais. Vai ser sempre restrito a um grupinho de pessoas deprimidas, cinzentas e ansiosas por meter uma bala na cabeça, mas, obviamente, sem a mínima coragem.

Conheci o B&S através de Lulina, uma das mais talentosas compositoras com quem tive o prazer de trabalhar. Na época em que fiz alguns shows como guitarrista da banda dela, nós tocávamos "Me and the Major" (sujeira, hein?), "Like Dylan in the movies", "Get me away from here, I´m dying", e mais outras das quais eu não me lembro. A banda era lapada pura: ela (cantando e tocando guitarra), eu (guitarra), André Negão (baixo) e Charles (bateria). As músicas soavam mais contundentes que as originais, e foi aí que eu comecei a pensar como o B&S DEVERIA ser.

Falta à banda escocesa uma boa produção, direção musical e, principalmente, atitude. Sim, porque boas melodias, músicas bacanas, isso eles têm. Não que eu deseje que todas as bandas do mundo soem poderosas como o Crazy Horse. Entendo que cada uma deve ter seu estilo e peculiaridades, mas eu fico imaginando como seriam as belas melodias do B&S sob um verniz mais cru. A banda é frouxa, e não no sentido de "coragem", "culhão". É frouxa pois não tem amarração, pegada, nada. Mais uma vez: se é o estilo dos caras e eles gostam, ótimo. Só estou analisando a coisa sob o meu ponto de vista, afinal eu sou o dono dessa porra aqui, e não o Stuart Murdoch.

Quanto ao fato de eu ter dito que eles são "gays" demais, também não interpretem como preconceito. É uma constatação. O Belle & Sebastian tem - a exemplo do Placebo - uma aura essencialmente gay, e isso não se pode negar. Cruuuuzes!!!!

Vocês conhecem bem esses caras, por isso não vai ser preciso apresentações. O motivo deles estarem nessa página de reputação ilibada? Imitações. Os caras acima representam uma grife tão sólida no que diz respeito a "parceria musical" que, ao longo dos anos, um sem-número de duplinhas tentou repetir a química. Antes de continuar, pois sei que alguém aí pensou "ei, mané, e Lennon/McCartney?", devo explicar que Jagger/Richards é uma dupla muito mais significativa, visto que um completava o outro e um SEM o outro não era pirocas, ao contrário de John e Paul. Bom, mas continuemos. A mística dos Glimmer Twins foi perseguida implacavelmente durante anos, primeiramente por Steven Tyler e Joe Perry, do Aerosmith. A cara de pau desses dois era tão grande que eles se denominaram "Toxic Twins", e até nos excessos queriam fazer frente aos ídolos. O outro caso mais ilustre: Axl Rose/Slash, que dominaram o mundo durante um tempo, compuseram um grande álbum de rock (Appetite for destruction), mas foram sumindo lentamente, sem deixar marcas mais perenes. E não é que até no Brasil teve neguinho seguindo a trilha? Sim, pois no início dos anos 80, Cazuza e Frejat se achavam OS PRÓPRIOS, dos trejeitos às citações, passando - obviamente - pelos excessos. Como se pode ver, cada um tem o Jagger/Richards que merece...
Guitar Grinder News Network

terça-feira, julho 20, 2004


OS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS (PARTE 6) - XUXA. Estive notando que o lista dos MAIORES IDIOTAS estava predominantemente cuecal, então saí à caça de uma idiota de saias. E Maria da Graça Meneghel se encaixa perfeitamente nesse perfil. Precursora do estereótipo "modelo-humilde-e-gostosa-disposta-a-tudo-para-se-dar-bem" que hoje domina o Brasil, Xuxa começou a aparecer depois do affair com o Negão Pelé, isso no início dos anos 80. Depois emplacou um programa infantil na Manchete, o Clube da Criança (lembram? Era onde passava Dartagnam, entre outros desenhos legais). O mais engraçado é ver hoje que, àquela época, Xuxa comandava um programa infantil, mas o apelo erótico era assombroso, desde as roupas que ela usava às "brincadeiras" praticadas entre a molecada. Foi nessa época que surgiu o famoso boato de que um guri teria contado, no ar, a seguinte anedota: "Qual é a diferença entre o negro rico e o negro pobre? É que o negro pobre come chuchu, e o negro rico come XUXA!". Também foi durante esse período que ela foi devidamente "assassinada" por muito marmanjo, visto que posou para todas as revistas masculinas do País. Quando se mudou para a Globo, pelas mãos da "marida" Marlene Mattos, começou a encher o rabo de dinheiro e, estranhamente, a mudar de perfil. Passou a ser a candura em forma de gente, negando inclusive o polêmico filme "Amor, Estranho Amor", onde tem seus dias de Michael Jackson, protagonizando cenas com um menino. Aí veio o Senna e depois o Szafir. Do primeiro ela aproveitou o prestígio e o bom-mocismo para reforçar ainda mais sua nova imagem. Do segundo, só serviu mesmo o esperma: foi assim que Sasha apareceu. Hoje Xuxa me parece uma espécie de Michael Jackson rediviva, enclausurada em seu mundinho infantilóide e asséptico. Foi uma gostosa que marcou toda uma geração de onanistas do Brasil, mas hoje é uma das MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS!
Guitar Grinder News Network

UM CONTO DE MINHA AUTORIA

Chama-se "Mundo Cão", e foi escrito há uma cacetada de tempo. Espero que curtam.

MUNDO CÃO

No Mundo Cão os Pastores Alemães desempenham o papel de fiscais da Lei e da Ordem. São vistos com frequência patrulhando os bairros mais pobres e exibindo sua pelagem vistosa e a musculatura definida por anos de treinamento. Sempre param em postos de combustível na beira da estrada para tomar um café e comer donuts.

Os poodles são os emergentes do Mundo Cão. Tosam seus pelos da forma mais rebuscada possível, o que não os livra das eternas acusações de possuir gosto duvidoso. As festas organizadas pelos poodles têm canapés de quitute de boi Wilson e várias garrafas de Chateau Duvalier para os convidados. Os poodles são figuras cativas na revista Caras e moram impreterivelmente em condomínios chiques da Zona Sul.

A elite é composta pelos Labrador. Finos de berço, eles evitam se misturar aos outros habitantes do Mundo Cão, moram o mais longe possível da Zona Sul e possuem sobrenomes estrangeiros. Jogam críquete e botcha nas horas vagas e têm paranóia por segurança. Contratam Pastores Alemães para proteger as crias e a si próprios.

Também há minorias no Mundo Cão. Os Chiuaua e os Yorkshire são exemplos típicos da estirpe. Estes geralmente são discriminados por não terem os padrões físicos exigidos para a maioria das profissões. Os Dog Alemães também sofrem com a disparidade de tamanho com relação aos outros seres.

Há os delinquentes, claro. Nem o Mundo Cão está livre de criaturas anti-sociais. Pitbulls e Rotweillers costumam dar trabalho aos Pastores Alemães, pois estão sempre metidos em arruaças nas boates e bares da cidade. Cultuam a forma física e são violentos quando contrariados. Quase nunca pagam pelas confusões que criam pois são filhos de empresários e juízes.

O Mundo Cão é sustentado por uma casta que trabalha dia e noite, e acaba ganhando apenas o dinheiro surrado do aluguel: os Vira-Lata. Estes podem ser vistos nas paradas de ônibus, com cara de maldormidos e preocupados com a prestação do televisor que acabaram de comprar. Fumam cigarros vagabundos, bebem pinga ao final do expediente e têm uma grande probabilidade de morrer sem casa própria. Têm três ou mais filhos e, não raro, amantes espalhadas pela cidade. São comumente revistados nas blitze dos Pastores Alemães. São olhados com desprezo pelos Labrador quando estes últimos passam com seus carros importados pelas paradas de ônibus. Os poodles fazem o sinal da cruz quando os vêem. É comum serem espancados por Pitbulls e Rotweillers.

quinta-feira, julho 15, 2004


OS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS (PARTE 5) - RAFAEL ILHA. Também conhecido como Rafael Pilha, uma vez que ele gosta de ingerir essa ótima fonte de energia. Esse mané é da leva do "desgraça pouca é bobagem", mas não deixa de ser um grande idiota por isso. Rafael aporrinhava nossa paciência tocando guitarra no Polegar - uma das trocentas boy bands criadas, sabe-se lá porque, pelo Gugu Liberato -, aquela do "Dá pra mim". Depois, ficou famoso por pegar a Cristiana Oliveira quando esta se encontrava no auge (era a Juma Marruá, da novela Pantanal). Aí o negócio degringolou. Pilha, ops, Ilha enfiou o pé - e o nariz - no sucesso, e acabou viciadão, daqueles barra-pesada mesmo. Abandonou a carreira e só reapareceu quando foi preso, molambento, roubando R$ 1 e um vale-transporte para comprar crack. Internado, protagonizou o célebre episódio das pilhas (engoliu duas durante uma crise de abstinência) e foi alvo de uma pegadinha do Sérgio Mallandro. Atualmente, até onde sei, ele está tentando voltar a cantar. A última vez que eu vi esse mané foi há umas duas semanas, no programa da Luciana Gimenez. Tava lá ele e outros panacas viciados falando de drogas. Tem gente que tem peninha, e diz que Rafael foi uma vítima do sucesso. Eu não acho. Um cara que tocava no Polegar, que jogou fora a Cristiana Oliveira em sua melhor fase, e que mesmo depois de tudo ainda canta umas musiquinhas de merda só pode ser considerado um dos MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS.
Guitar Grinder News Network

quarta-feira, julho 14, 2004


Taí a prova de que mesmo os caras mais foderosos e geniais do mundo têm seus momentos de idiota...
Guitar Grinder News Network

NOVIDADES

Já tem página do Badminton no Trama Virtual (www.tramavirtual.com.br/artista/badminton), com duas inéditas, "Changing Places" e "Dedicated". As gravações são toscas, pois essas músicas devem ser registradas de forma mais responsa em breve. Mas dá pra ouvir na moral. Acessem e me digam o que acharam. Outra: alguém me ensina como se coloca o link dentro do nome? Por exemplo, eu queria colocar o "Trama Virtual" já como link, mas não sei como se faz. Ajudem um ignorante virtual e sejam aboençoados pelo resto da vida.

terça-feira, julho 13, 2004

MAIS UM

Jornalista, alvi-rubro pé frio (acho que o time tá ganhando agora que ele não vai mais ao estádio), pai de família, redator (junto deste que vos tecla) do saudoso JOCA e, sobretudo, um cara muito gente boa. Esse é Wilfred Gadelha. Visitem o sítio dele: www.willtokill.blogspot.com

OS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS (AGORA EM DOSE DUPLA!) - SERGUEI E SILVINHO. Sinceramente, eu nunca vi uma dupla tão afinada no quesito idiotice. Nascidos um para o outro, Serguei e Silvinho só tiveram a chance de dividir um palco no último Rock in Rio, quando o inacreditavelmente trash Absyntho se apresentou (provavelmente fazendo uma versão de 30 minutos de "Ursinho Blau-Blau"). Para quem não se lembra, enquanto o idiota do Silvinho cantava, um urso tamanho adulto dançava no palco. Eis que o mané começa a despir o urso e...voilá! Serguei, em carne e osso (muito mais osso), para delírio da platéia! Cá entre nós, isso deve ter sido tão inesquecível quanto o show de Neil Young. Bom, vocês sabem porque eles são idiotas: Silvinho, por ter perpetrado "Ursinho Blau-Blau", tendo ainda insistido por anos nessa música. E Serguei, bem, pegar a baranga nojenta da Janis Joplin é pra se foder, né?
Guitar Grinder News Network

segunda-feira, julho 12, 2004

O QUE FELIPE OUVIU NO FINAL DE SEMANA?

Um disco batido pra burro, que todo mundo tem e já secou até a morte. Mas eis que ele pousou na minha frente e eu fui escutá-lo de cabo a rabo mais uma vez, como na época em que o comprei. "Pinkerton" tem apenas 10 músicas em 34 minutos, mas é de uma contundência assustadora. Representa o auge de Rivers Cuomo como compositor, e da banda como músicos e produtores (eles dispensaram Ric Ocasek, que produziu o disco azul, e partiram para a mesa de controle). E a produção foi supimpa, com destaque para a bateria, que parece querer pular fora das caixas de som e cair no chão, quebrando tudo, bem na sua sala. E Rivers Cuomo chinfra até não poder mais nas letras, dando a entender, em quase todas elas, que à época estava pegando tudo que se movesse e usasse saias. Se é verdade ou não, eu sinceramente não quero saber. Mas que esse é um discaço, puta merda, não há dúvida.

sexta-feira, julho 09, 2004


OS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS (PARTE 4) - MILLI VANILLI. Sugest�o do Yellow, e que sugest�o. Num hipot�tico ranking da idiotice, esses caras estariam nas cabe�as, com certeza. Voc� lembra deles: s�o aqueles man�s que apareceram no finalzinho dos anos 80, pretensamente como "a nova cara do rhythm�n�blues e da eletr�nica". Emplacaram dois hits: "Girl you know it�s true" e "Girl I�m gonna miss you", ganharam Grammy e o cacete, para depois a turma descobrir que os caras n�o cantavam porra nenhuma, era tudo inven��o do produtor (e picareta) Frank Farian. Os dois man�s se chamavam Rob Pilatus e Fabrice Morvan (n�o me perguntem quem � quem na foto acima, eu n�o sei nem fa�o quest�o de saber). Claro que, depois do esc�ndalo, os idiotas ca�ram no ostracismo, e o escroque do Farian ainda tentou juntar os caras que gravaram as vozes nos discos do grupo e os denominou "The Real Milli Vanilli". Fiasco total. Rob Pilatus virou um cheirad�o, se comparou a Bob Dylan (o p� dele devia ser do bom mesmo...), foi preso e o cacete. Terminou de maneira tr�gica: em 1998, o z� man� foi encontrado morto num hotel em Frankfurt. Dizem que o Fabrice Morvan ainda tenta a carreira (ops!) art�stica at� hoje. Sem d�vida, dois dos MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS.
Guitar Grinder News Network

quinta-feira, julho 08, 2004


OS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS (PARTE 3) - Kléber Bambam. Eis um caso clássico de idiota patológico. O cara não chinfra errado e nem é metido. Trata-se, pura e simplesmente, de um mané congênito. O sujeito entrou no primeiro Big Brother, pegou uma tremenda cachorra que vivia botando pra lascar nele, foi detonado por todos na casa, e por isso arrumou uma boneca, para ter uma companhia à altura. Sim, o cara ganhou a bolada, é verdade, mas isso não faz dele um espertalhão, afinal de contas quem lhe deu a grana foi o público. Rico ou pobre, Kléber Bambam é um dos MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS.
Guitar Grinder News Network

DITADO E IDIOTAS

Estive pensando sobre aquele ditado segundo o qual o ser humano tem que "escrever um livro, plantar uma árvore e ter um filho". Bom, eu já tive um filho e gravei um disco (acho que vale). E a bendita árvore? Apesar de achar meio esquisitão esse negócio de jardinagem, posso até tentar, só pra completar o ciclo. Só não sei ainda o que plantar. Neguinho já me deu até uma sugestão, mas eu a rechacei. Sabecumé, tem que ser uma árvore LÍCITA. Não quero treta com a Justa, por favor...

Tem sido bastante divertido fazer a série OS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS. Quero sugestões de vocês (até agora só Wilfred mandou), pois eu posso acabar deixando passar batido um(a) grande idiota. Vocês mandam a sugesta, eu caço a foto e faço o texto, beleza? O próximo idiota da lista me foi mandado por Wilfred: Kléber Bam-Bam. Aguardem. É pra hoje.

quarta-feira, julho 07, 2004


OS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS (PARTE 2) - SEBASTIAN BACH. Esse camarada era vocalista do grupo super macho, o Skid Row. A chinfra errada confere a ele um lugar cativo no pante�o dos grandes idiotas da humaniade.
Guitar Grinder News Network

terça-feira, julho 06, 2004


O GG inicia hoje uma nova s�rie: OS MAIORES IDIOTAS DE TODOS OS TEMPOS. Pra come�ar com chave de ouro: DINHO OURO PRETO! � ou n�o � um dos maiores?
Guitar Grinder News Network

segunda-feira, julho 05, 2004

CALEXICO

Ouçam. É divertido pra burro. Instrumental Tex-Mex de primeiríssima.

SOBRE CHORÃO

Nada mais adequado do que se chamar Chorão um sujeito que se dói por tão pouco. Eu li a matéria da Revista da Oi em que o Marcelo Camelo fala sobre o lance da Coca-Cola. Inofensivo. Bom, de qualquer forma, ele é muito macho pra bater nos maguinhos do Los Hermanos (e dizem até que levou uma bifa do Amarante). Quero ver ele dar no Glen Danzig.

quinta-feira, julho 01, 2004

BLOG DOIDÃO

Quem ainda não visitou o sítio de Kléber, faça-o com urgência. É o blog mais maluco-doido que existe. Recomendo. Em tempo, o endereço do doidão é: www.eomundis.blogspot.com